Postagem em destaque

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Uma música e uma dúvida: preconceito ou não?

A dupla: João Carreiro e Capataz.
a música: Bruto, Rústico e Sistemático
a dúvida: a letra é machista e preconceituosa? 
Observar  trechos em negrito.

Bruto, Rústico E Sistemático 
João Carreiro & Capataz
Tudo que dá na tv minha muié qué fazê
não mede as consequências
fez um tar de topless quando vi me deu um stress
perdi minha paciência
por me faltar o respeito, na muié eu dei um jeito, corretivo do meu modo
no quarto deixei trancada, quinze dia aprisionada e com ela não me incomodo

aqui não
posso até não ser simpático
comigo não tem desculpa
minha criação é chucra
a verdade ninguém furta
sou bruto, rústico e sistemático
fim de semana passado
conheci o namorado da minha filha caçula
achei que não deu pareia, tava de brinco na orelha e o corpo cheio de figura
não suportei por muito tempo
nesse relacionamento eu tive que opinar
sujeitinho era roqueiro não dá certo com violeiro
nos num ia combinar
aqui não
posso até não ser simpático
comigo não tem desculpa
minha criação é chucra
a verdade ninguém furta
sou bruto, rústico e sistemático
sistema que fui criado vêr dois homens abraçado pra mim era confusão
mulher com mulher beijando
dois homens se acariciando, meu Deus que decepção
mas nesse mundo moderno não tem errado e nem certo achar ruim é preconceito
mas não fujo à minha essência, pra mim isso é indecência
ninguém vai mudar meu jeito

aqui não
posso até não ser simpático
comigo não tem desculpa
minha criação é chucra
a verdade ninguém furta
sou bruto, rústico e sistemático



http://www.vagalume.com.br/joao-carreiro-capataz/bruto-rustico-e-sistematico.html#ixzz1ZFEKt1Rw

7 comentários:

Daiane Amorim disse...

Qual a dúvida?? Letra totalmente machista e homofóbica.

FSB disse...

realmente algo bem sem graça para ser uma piada.

anita disse...

Para defensores da dupla e da letra, infelizmente, é apenas algo inofensivo.
Pior é constatar que muitos concordam com seu teor.

Dé Rodrigues disse...

Anita, boa tarde!
Tanta gente escrevendo coisas belíssimas, e aí alguém escreve algo assim,e vira música!
è muito triste, mas é verdade.

anita disse...

Verdade.
Muitas músicas viram sucesso nacional, com letras de qualidade duvidosa, emitindo conceitos arcaicos e equivocados.

Anna Alchuffi disse...

Sem graça, no minimo quem faz isso só quer aparecer...

anita disse...

Parece né...