Postagem em destaque

quarta-feira, 14 de abril de 2021

Algo sobre a Revista Capricho

 A revista Capricho ficou na mente e no coração de muita gente.

Nesta edição, número 622 ( junho de 1987 ), o Cafofo destaca que assuntos polêmicos  também tinham vez.


O equivocado termo Homossexualismo era utilizado; hoje o correto é

homossexualidade.

Um dos participantes comenta que a relação homossexual é algo terminal pois na época era incomum filhos em relacionamentos homossexuais.

Enfim, é preciso observar a matéria como reflexo de uma época. 


 

O tema ainda é polêmico e repleto de preconceitos, apesar de alguns avanços, mas fica o registro de uma revista que oferecia muito mais que capas com garotas bonitas.

quarta-feira, 7 de abril de 2021

Revista Animal era animal




As capas incríveis, as hqs, idem.

Grandes nomes do quadrinho internacional, uma seção de cartas respondidas pela Rita Hot Pussy (quem seria???), divulgação de fanzines, entrevistas, enfim...

Uma revista que ficou na história e na memória de muita gente.




sábado, 6 de fevereiro de 2021

A Nuvem Que Chovia Histórias

Havia uma nuvem diferente

no céu da imaginação:

produzia chuva somente

com pontos de ficção.

 

A depender do dia

e da sua mera vontade,

a bela nuvem produzia

história em variedade.

 

História de fada madrinha

ou de criança inteligente.

aquela rara nuvenzinha

vivia criativamente.

 

Seus pingos de cor a variar,

de acordo com o motivo:

azul para contos do mar,

sobre matas era verde vivo.

 

A chuva geralmente mansa,

ficava triste, exagerada,

com histórias sobre criança 

carente, triste, abandonada.

 

O  que ela mais gostava

de fazer em sua criação,

era a chuva que alegrava

a flor, a terra, a plantação.

 

Chuva de histórias com plantas,

lavoura, árvores e jardim,

se destacavam entre tantas

histórias que não tem fim.

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Umbanda e Futebol Feminino



Ano de 1975. 

Umbanda e futebol feminino eram discriminados mas não sucumbiram aos preconceituosos.
Hoje, décadas depois, ambos existem e persistem.
Como curiosidade, fica um interessante registro: o jornal Vanguarda de Umbanda noticiou sobre o time de futebol feminino Onze Flores Futebol Clube. Infelizmente erraram o nome, citando como Onze Florino Futebol Clube.
Mas fica comprovado. Mulheres jogando futebol é coisa antiga.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

Rosangela...

 

Em algum natal passado ela me convidou para conhecer seu Papai Noel verde, clara referência ao nosso palmeiras.

Ela tinha um sorriso franco, espontaneidade ao falar e partiu antes que a idade avançasse.

Diante de uma perda irreparável, viu a vida tornar-se opaca e cinza mas seguiu em frente.

No último mês do ano em que a humanidade passa por uma provação coletiva, ela partiu ou ( como acreditam alguns), retornou para o plano espiritual do qual viemos.

Quem sabe ao certo? Cada crença tem sua resposta...

Certo mesmo é que ela ficou na lembrança e no coração dos que a amam e continuarão amando pois o amor não cessa com a partida.

Que esse amor seja o combustível necessário para amparar meu primo que perdeu a esposa e minha priminha que perdeu a mãe...

E que o ano novo traga algo de bom para os estimular a prosseguir, na esperança do reencontro no tempo devido.