Postagem em destaque

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Os homens da minha vida



A Katita está sempre ao lado de uma garota interessante mas sem homens, ela poderia estar engavetada, pouco conhecida ou simplesmente esquecida.
O desenhista, o editor, boa parte dos leitores, divulgadores e incentivadores dela, pertencem ao sexo masculino.
Muitos deles, heteros convictos.
Quando diversas editoras se recusaram a publicar o primeiro álbum, um homem me deu a dica valiosa: enviar para a editora Marca de Fantasia que finalmente lançou o álbum em 2006 e a revista atual.
Antes de ser conhecida virtualmente ,  um homem  deu o primeiro impulso para a Katita, através do site Mix Brasil.
Um homem também começou a publicar mensalmente tiras da personagem em seu jornal voltado aos quadrinhos (Graphic), mesmo diante da resistência que ela desperta em alguns leitores.
É um homem que faz questão de divulgar a Katita para seus hóspedes, em sua pousada (Porto X).
Este texto ficaria demasiadamente longo se eu citasse cada homem que contribuiu ou contribui para os bons frutos que a personagem vem colhendo mas a verdade é uma só: o apoio masculino no que se refere a Katita, é inquestionável.

Um comentário:

Eu disse...

É isso aí! Abaixo o preconceito!
Eu, um homem transexual, sou o fã nº 1 da Katita!
(-'-)