Postagem em destaque

domingo, 12 de outubro de 2014

Ele não é maconheiro

Eduardo Jorge foi um dos candidatos à  Presidência   da República que defendeu corajosamente assuntos polêmicos como a legalização da maconha. 
Sua declaração para a revista Veja, em entrevista concedida a Mariana Barros, deixou surpresos muitos que associavam equivocadamente tal posição com sua vida pessoal.
O cafofo reproduz a pergunta e a resposta (Revista Veja, páginas amarelas- 8 de outubro-pág 21):
O senhor defende a legalização da maconha. Já experimentou alguma vez? 
Nem cigarro eu fumei durante toda minha vida. Nunca precisei recorrer a drogas para ter fortes emoções e uma grande imaginação.
Depois, sou médico, sei que todas essas substâncias ilícitas fazem muito mal para a saúde.
 

2 comentários:

Esdras disse...

E se ele fosse, qual o problema?
Bjs!

anita disse...

O post não questiona o uso e sim o posicionamento de alguém que (mesmo não sendo usuário) é sensível diante da questão que muitos políticos tentam fugir.
Por tal posição, em charges, cartuns e programas humorísticos, o colocam como alguém que está defendendo o uso em causa própria.
Bjs.