Postagem em destaque

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Não repasse por repassar

Tenho recebido pelo celular quase a mesma quantidade de tolices das redes sociais.
Não me refiro a vídeos engraçados e imagens divertidas mas assuntos que deveriam
ser tratados com seriedade.
Informações absurdas que podem manchar imagens pessoais, provocar discórdias e
até deixar a população em polvorosa.
Descarto quase tudo mas recentemente recebi algo que veio de uma pessoa estudada, aparentemente culta,
sempre demonstrando ser coerente.
Assim sendo, fiquei em choque ao ler aquilo mas felizmente fui buscar informações
confiáveis do órgão competente.
Escrevi para ela explicando que aquele absurdo que deixaria a população revoltada
não estava sendo confirmado e ela simplesmente me respondeu que a mensagem era
falsa.
Algo que citava até nomes de pessoas públicas que teoricamente encabeçavam e aprovavam
tal  decisão.
Fiquei indignada também com a resposta dela, como se fosse algo normal repassar uma mensagem
tão grave sem simplesmente checar a veracidade.
Vivemos tempos ágeis onde a mentira pode crescer assustadoramente quando um repassa aqui, outro repassa ali, sem a mínima cautela, informações infundadas.

2 comentários:

Ramon Prates disse...

As pessoas postam e compartilham coisas no facebook sem tentar verificar se são verdade ou não, mas dizem que é verdade.

anita disse...

Pois é...
Abraço, Ramon.